A Comissão Internacional de Comércio dos Estados Unidos decretou o veto à venda e importação de vários smartphones da HTC com o sistema Android no país.

Segundo a Comissão, a HTC infringiu uma patente proprietária da Apple que descreve o formato dos dados (como por exemplo números de telefone em documentos não estruturados, como no caso de um e-mail), permitindo aos usuários a interação com tal informação. Um exemplo: a capacidade de telefonar para outro número qualquer com um simples tocar no número adicionado em um e-mail.

A ordem de proibição não entra em vigor até o dia 19 de abril de 2012, o que dá tempo suficiente para a HTC e o Google modificar a implementação da função nos telefones afetados pelo veredito, ou de eliminar os produtos do mercado, se as empresas não encontrarem uma alternativa melhor. Os telefones afetados levam em seu interior os modelos com versões Android de 1.6 e 2.2.

Essa patente não é a única analisada pela Comissão, que agora analisa um recurso apresentado pela HTC. A empresa taiwanesa infringiu outras duas patentes da Apple, onde uma delas pode ser resolvida com uma simples atualização de software, sem causar muitos danos para a HTC.

Na teoria, essa decisão ainda não é definitiva, e pode ser revertida nos recursos a serem aplicados. Porém, pode abrir precedentes perigosos, abre a possibilidade da Apple processar outros fabricantes de telefones Android pelo mesmo motivo, uma vez que tal característica faz parte do sistema operacional. Ou seja, o Google deve trabalhar e rápido em algum tipo de solução alternativa, se quiser evitar uma sequência de processos movidos pela empresa de Cupertino.

Via FOSS Patents