iphone-6s-topo

Bastou um final de semana para ficar bem claro que a demanda dos novos iPhone 6s e iPhone 6s Plus é maior que a dos modelos lançados no ano passado. O interesse é maior, e isso se comprova pelo volume de reservas iniciais (ou pré-vendas), dado que só a Apple sabe, mas insinua que está em ritmo recorde.

A informação foi passada para a CNBC, e a projeção é que a melhora seja superior a 10 milhões de unidades ofertadas no primeiro final de semana de disponibilidade do iPhone 6 e 6 Plus. Vale lembrar que as reservas dos novos iPhones começou nesse último final de semana nos países que receberão o smartphone na primeira leva de lançamento.

Partindo do princípio que muitos contam com o mesmo desejo de comprar ou trocar de smartphone, não é descabido pensar em um novo recorde de vendas em um único final de semana. O que determina esse sucesso inicial é que, dessa vez, a China está na primeira leva de vendas desde o primeiro dia, algo que não aconteceu no ano passado.

Os novos iPhones chegam aos mercados selecionados no dia 25 de setembro, com um design semelhante aos modelos lançados em 2014, mas com muitas mudanças internas (novas câmeras, 3D Touch e um maior desempenho). Nas cores, temos uma nova variante, a Rose Gold, que tem tudo para ser um sucesso de vendas. Na parte de armazenamento, a lógica diz que os modelos mais reservados são os de 64 e 128 GB.

Nem agora, nem quando a Apple revelar os números oficiais, conheceremos a porcentagem correspondente a cada modelo. Este é um dado que sempre nos interessou, mas podemos afirmar que será muito maior do que no caso do iPhone 6.

Via CNBC