iphone_6_iphone_6_plus

A Apple decidiu aumentar os preços de todos os seus iPhones em comercialização no Brasil, e logo no primeiro dia do ano. Os smartphones – que já tinham preços simplesmente ridículos no mercado brasileiro – estão, em média, R$ 300 mais caros.

Nunca é uma boa notícia, e sempre tem fatores que vão além daqueles que rapidamente pensamos quando vemos reajustes como esse (que trataremos depois). Mas o fato é que se você esperava que com o início de 2015 você poderia encontrar os novos iPhones com preços um pouco mais baixos, se enganou redondamente. Aconteceu exatamente o contrário.

Antes de cair matando em cima da Apple, é preciso pensar em alguns fatores. Por mais que uma certa presidenta afirme que ‘o Brasil não está em crise’, um dólar beirando os R$ 2.70 não ajuda muito. E, por mais que esses smartphones sejam montados no Brasil, muitas peças são importadas de outros países. Sem falar nas políticas de impostos que o Brasil aplica à empresas estrangeiras, mesmo com os incentivos fiscais que são aplicados em alguns estados do território nacional para que empresas invistam recursos laborais para produzir produtos.

Dito isso, a Apple – que de legalzinha não tem nada – aproveita o momento onde muita gente quer ter um dos novos iPhones (sério, já vejo muita gente com iPhones 6 e 6 Plus nos meios onde frequento – mas não cravo que eles compraram os telefones no Brasil), além do fato que tem gente disposta a pagar esse preço para ‘dar um gás’ no faturamento da empresa.

Eu nem preciso me prolongar na crítica. Entendo que cada um faz com o dinheiro o que quiser, mas mais uma vez me recuso a comprar um produto Apple por esse preço. É simplesmente abusivo, exorbitante, ridículo…. a lista de adjetivos para criticar essa decisão é longa.

A seguir, os novos preços para os iPhones no Brasil:

iPhone 5s de 16 GB: de R$ 2.199 para R$ 2.499
iPhone 5s de 32 GB: de R$ 2.599 para R$ 2.899
iPhone 6 de 16 GB: de R$ 3.199 para R$ 3.499
iPhone 6 de 64 GB: de R$ 3.599 para R$ 3.899
iPhone 6 de 128 GB: de R$ 3.999 para R$ 4.299
iPhone 6 Plus de 16 GB: de R$ 3.599 para R$ 3.899
iPhone 6 Plus de 64 GB: de R$ 3.999 para R$ 4.299
iPhone 6 Plus de 128 GB: de R$ 4.399 para R$ 4.699

Para completar os votos de ‘Feliz 2015’, a Apple também aumentou os preços das linhas de iMacs e Macs. Este é o segundo aumento dos computadores da empresa em dois meses (em dezembro, o reajuste foi de 20% em média nos Macs). Os argumentos para os reajustes dos smartphones podem ser aplicados aos computadores sem muitas alterações, e nesse caso, o efeito é ainda pior: alguns produtos ficaram até R$ 1 mil mais caros.

Lista de produtos reajustados a seguir:

iMac de 21,5” e 1,4GHz: de R$6.199,00 para R$6.799,00
iMac de 21,5” e 2,7GHz: de R$7.299,00 para R$7.999,00
iMac de 21,5” e 2,9GHz: de R$8.299,00 para R$8.999,00
iMac de 27” e 3,2GHz: de R$9.999,00 para R$10.999,00
iMac de 27” e 3,4GHz: de R$10.999,00 para R$11.999,00
Retina 5K: de R$13.999,00 para R$14.999,00
Mac Mini de 1,4GHz: de R$2.799,00 para R$3.099,00
Mac Mini de 2,6GHz: de R$3.799,00 para R$4.299,00
Mac Mini de 2,8GHz: de R$5.399,00 para R$5.999,00
Mac Pro Quad-core: de R$16.999,00 para R$17.999,00
Mac Pro Hexa-core: de R$21.999,00 para R$23.999,00.

Via Tecnoblog