A Apple surpreendeu com os resultados financeiros do segundo trimestre fiscal de 2017. Mas no terceiro trimestre fiscal, terminado em junho de 2017, mostra a força imparável da empresa no seu êxito comercial.

As vendas de todos os produtos renderam um total de US$ 45,4 milhões:

– iPhone: US$ 41,01 milhões
– iPad: US$ 11,4 milhões
– Mac: US$ 4,29 milhões

O crescimento de vendas de iPhones foi discreto, assim como as vendas dos Macs. O que realmente impulsionou a apple foi o aumento de 15% nas vendas do iPad, em comparação ao mesmo período de 2016. Algo ainda mais impressionante, levando em conta que o aumento em relação ao trimestre anterior foi de 28%.

Apesar do surpreendente crescimento do do iPad, as receitas geradas foram de apenas 2%. Um iPad mais barato aumentou significativamente as vendas, mas com margens de lucro muito menores.

Outro dado significativo do relatório é que os lucros gerados pela divisão de serviços da Apple são tão altos que, se fosse uma empresa independente, ela estaria dentro da lista do Fortune 100, ou seja, seria uma das 100 maiores empresas do mundo.

Além disso, as vendas educacionais do iPad nos Estados Unidos cresceram em 32% em relação ao ano passado.