Windows 10

 

Os aplicativos que carregam junto com a inicialização do Windows 10 podem ter um impacto considerável no desempenho geral do equipamento, prolongando os tempos de inicialização, fazendo com que até mesmo os computadores com unidades SSD mostrem atrasos “inexplicáveis”.

Felizmente, isso é algo que pode ser controlado de forma simples. Nesse post, explicamos o que fazer para limitar o número de aplicativos que iniciam junto com o Windows 10.

 

1. Vá em Administrador de Tarefas.
2. Seleciona e aba Início.
3. Selecione os aplicativos que queremos desabilitar, clicando com o botão direito do mouse.
4. Reinicie o computador para aplicar as mudanças.

 

A seguir, montamos um guia para que você verifique o nível de impacto na inicialização do sistema, para que você entenda melhor a descrição que oferece o Windows 10.

 

– Alto: aplicativos que utilizam mais de 1.000 ms de tempo do processador, o mais de 3 MB de operações I/O no disco.
– Médio: aplicativos que utilizam entre 300 ms e 1.000 ms do tempo do processador, e entre 300 KB e 3 MB de operações I/O no disco.
– Baixo: aplicativos que utilizam menos de 300 ms de tempo de processador, e menos de 300 KB de operações I/O no disco.
– Não medidos: aplicativos que acabamos de instalar e que não puderam ser analisados e medidos pelo sistema operacional.

 

É altamente recomendado reduzir ao mínimo os aplicativos que iniciam com o Windows 10, e já notará uma melhora considerável nos tempos de inicialização.