AngelList

Algo grave acontece em Silicon Valley e arredores, onde as demissões são anunciadas semana após semana, muitas envolvendo escândalos sexuais. Depois da 500 Startups e a Tesla, agora a AngelList, que mantém uma base de dados global de startups, a se envolver nesse tipo de tema.

A mudança cultural está resultando em algo positivo: um maior número de denúncias por parte das vítimas, com um menor medo de enfrentar a realidade. Porém, há quem fique calada por evitar os riscos: muitos homens se fecham em seu poder e círculo de confiança, e isso impede que as mulheres inclusive assumam altos postos nas empresas.

O problema da AngelList passa por Lee Jacobs, que há duas semanas está suspenso do seu posto na área de vendas, por tempo indeterminado (mas ele ainda está recebendo o seu salário), ou pelo menos até que as autoridades esclareçam o ocorrido.

Detalhes não foram publicados pelos advogados a pedido da vítima, mas tudo indica que Lee teria cometido assédio sexual durante um evento em 17 de março de 2013. O incidente obrigou a vítima a abandonar a região de San Francisco. Na época, Lee era investidor e mentor da Colingo, uma startup dedicada à aprendizagem de idiomas.

O AngelList confirmou que Lee está fora dos seus escritórios por tempo indeterminado, e que seus advogados trabalham para esclarecer o ocorrido.

 

Via TechCrunch