AndroidVR

No dia 18 de maio começa a Google I/O 2016, evento para desenvolvedores das plataformas da Google. No evento, devemos ter novidades sobre o Android N e novos projetos da empresa, mas a alguns meses ganha força o rumor sobre a apresentação de um novo dispositivo de realidade virtual, o AndroidVR.

Em fevereiro de 2016, os primeiros dados dessa plataforma foram revelados, em um dispositivo independente, sem a ajuda de um smartphone para funcionar. Agora, Peter Rojas, co-fundador do Engadget e do Gizmodo, garante que a plataforma e o dispositivo serão conhecidos como AndroidVR, e serão apresentados na semana que vem.

O ano de 2016 já está marcado como o ano da realidade virtual, com dispositivos independentes oferecidos pela Oculus, HTC e Sony, além de uma série de outros produtos baseados no uso com um smartphone, com destaque para o Google Cardboard e o Samsung Gear VR. O próximo movimento da Google é lançar o seu próprio dispositivo independente de realidade virtual, junto com uma plataforma baseada no Android, algo que faz muito sentido depois do anúncio de sua divisão de realidade virtual na empresa, onde concentrarão esforços para que esta tecnologia ganhe relevância.

Dentro das apresentações marcadas na Google I/O 2016, há várias onde o tema principal é a realidade virtual, sem falar na referência ao Unreal Engine 4.12, que indica o AndroidVR em um dos previews. Os recentes tweets de Peter Rojas só reforçam a tendência de apresentação do nome do sistema para esse dispositivo, uma vez que o termo Android só é empregado para descrever plataformas.

Por outro lado, Peter adianta que o AndroidVR será mais potente que o Gear VR, mas ficará abaixo dos dispositivos da Oculus e HTC, apesar de contar com processador, sensores, tela, bateria e outros componentes. O dispositivo se apoiará na Play Store onde se habilitará um novo segmento para a realidade virtual, além do fato do Android N ser a primeira versão do sistema operacional com suporte nativo à essa tecnologia.

Ainda não está claro se o AndroidVR contará com controles independentes ou se poderão ser controlados por um smartphone. Só sabemos que, internamente, o suposto dispositivo tem o nome de código ‘Mirage’. Tomemos os dados com reservas, já que nada foi confirmado oficialmente. Felizmente, estamos a menos de uma semana para confirmar ou desmentir rumores.

Via Android Police