Android-robots

A fragmentação do Android não melhora, e a solução parece estar bem distante quando observamos os dados oficiais do mês de fevereiro sobre a distribuição das versões do Android.

O Android 6.0 Marshmallow ocupa hoje ridículos 1.29% de mercado Android, e isso depois de quatro meses de mercado. Vale a pena mencionar que a versão 2.3 Gingerbread, publicada em 2011, tem o dobro de mercado. Só nesse dado podemos ver a dimensão enorme que o problema possui nesse momento.

O Android Lollipop (5.0 e 5.1) ganhou mercado, mas ainda fica abaixo do Android KitKat (4.4) ,que com 35.5% segue dominando o ecossistema da Google. A versão Jelly Bean (4.1 a 4.3) se mantém na segunda posição, acima de 20% de cota.

Android_2

A fragmentação do Android por si já é algo gritante, mas quando contrastada com o seu rival direto no mercado – o iOS -, a comparação é algo impossível. É claro que tudo fica mais fácil quando um único fabricante controla tudo – nesse caso, a Apple -, mas essa é apenas uma questão pendente.

Chegou a hora dos fabricantes Android tomarem vergonha na cara para entregar as atualizações de forma mais rápida, tão logo a Google libere as novas versões, pensando mais no suporte ao cliente do que em suas necessidades comerciais de vender smartphones todos os anos. E, de novo: as ROMs personalizadas são as opções viáveis para manter o seu dispositivo atualizado, sem depender da “boa vontade” dos fabricantes.