Anatel

 

A Anatel informa que, a partir do dia 30 de junho, os proprietários de celulares e smartphones que operam de forma irregular no Brasil serão alertados por mensagens SMS sobre a situação do seu dispositivo e, após 75 dias, eles serão bloqueados para as redes brasileiras.

A decisão administrativa é resultante do Sistema Integrado de Gestão de Aparelhos (Siga), que identifica dispositivos no Brasil que não são homologados pela Anatel.

Inicialmente, serão bloqueados celulares sem IMEI registrado no banco de dados da GSMA. O IMEI DB é internacional, com acesso restrito por fabricantes, operadoras e agências reguladoras de telefonia. É um código único de 15 dígitos, e todo fabricante precisa registrá-lo junto aos órgãos de telefonia.

Nos modelos xing-ling, esse processo não acontece. O IMEI é duplicado ou inválido e, por isso, deixarão de funcionar nas operadoras brasileiras.

Modelos com IMEI válido e não homologados pela Anatel não serão bloqueados. Ou seja, você pode seguir importando modelos da HTC, Huawei ou Xiaomi, que os mesmos vão funcionar nas redes nacionais.

Os modelos sem IMEI válido mas já registrados nas operadoras brasileiras seguem funcionando, mas eles devem desaparecer de mercado conforme os proprietários forem trocando os seus dispositivos.

Em resumo: se você tem um Hiphone no bolso, ou uma réplica qualquer de iPhone ou Galaxy S8 que você pagou R$ 400, se prepare para ter um belo peso de papel a partir de setembro.

 

Via Teletime, Tecnoblog