Uma das bases para criar uma plataforma de sucesso é não depender de ninguém. E podemos afirmar que o Android (tão camuflado e protegido) se transformou no sistema operacional dos tablets da Amazon, mas não é exatamente um segredo que a estratégia a longo prazo da empresa de Jeff Bezos e sua equipe de se afastar do Google o máximo possível, e isso inclui a sua tecnologia de mapas.

Ontem (17), a Amazon anunciou a disponibilidade da versão beta da API do Amazon Maps, que será um novo sistema de mapas pensado especialmente para os desenvolvedores de aplicativos Kindle Fire, mas a empresa não quis indicar o nome da empresa que está por trás da cartografia e os serviços necessários. Pois bem, não demorou muito para essa informação chegar ao conhecimento público: e não poderia ser outra… é a Nokia.

Apesar da Amazon ter se silenciado sobre o assunto, a Nokia confirmou através de um comunicado publicado pelo site The Next Web que o Amazon Maps utiliza o seu Location Platform como base técnica. E esta não é a única empresa baseada na internet que faz uso dela, uma vez que o Yahoo! e o Bing também usam a tecnologia da Nokia para os seus próprios serviços de mapas online, que já é muito conhecido pelos usuários dos smartphones da fabricante finlandesa pelos aplicativos Nokia Maps e Nokia Conduzir.

E a Amazon pode ser um dos sócios mais destacados da Nokia nesse segmento. A pergunta que fica é: isso será o suficiente para convencer os desenvolvedores de aplicativos para o Kindle Fire deixarem de lado o Google Maps?

Via The Next Web