amazon-comida

De acordo com o Wall Street Journal, a Amazon tem como plano futuro vender produtos alimentícios com a sua marca.

Além de comida, a Amazon também pensa em produtos para bebês com a sua própria marca. Entre os itens mais chamativos, teríamos café, especiarias, frutas secas e pães. Tudo isso seria apresentado na semana que vem, e seria uma oferta exclusiva para os assinantes do serviço Prime.

Seriam criadas diferentes marcas para cada tipo de produto, e não diretamente a marca Amazon, e todas lançadas ao mesmo tempo. A Happy Belly ofereceria nozes, azeite e chá. A Wickedly Prime para produtos de pacotes, como batatas fritas e aperitivos. A Mama Bear, produtos para bebês.

A Amazon acredita que os seus próprios produtos faz a sua marca mais poderosa na hora de negociar com seus clientes/fabricantes. Estes fornecedores precisam ser mais flexíveis com a oferta de seus produtos nas lojas da empresa, permitindo uma melhor posição em relação aos demais, ou jogar com preços para que os concorrentes reduzam seus valores.

amazon-food

Outro detalhe para os seus concorrentes com esse tipo de marcas brancas é a margem de lucros. As marcas são conhecidas pelo consumidor, são visíveis nos estabelecimentos e lojas online, mas não contam com um gasto de marketing pesado, o que permite preços menores.

É claro que é preciso criar marcas e produtos que ofereçam qualidade. Nem tudo é ter o melhor e-commerce do planeta. No passado, eles já tiveram que retirar do mercado produtos com graves problemas de design. Mas não parece ser o caso dessa vez. A iniciativa por enquanto deve valer apenas para os Estados Unidos, e só o tempo vai dizer se outros mercados vai adotar essa estratégia.

Se é que tudo isso existe.

amazon-comida-02

Via Wall Street Journal