A Amazon seguiu o caminho de outras grandes empresas do mundo da tecnologia, e fez as contas de como foram os seus lucros no último quadrimestre do ano. Porém, no caso deles, muito além dos seus números positivos, o que vale mesmo saber é que a empresa informa de modo oficial que desde o final de 2010 eles vendem mais e-books do que livros tradicionais.

A proporção é feita na conta de 115 títulos eletrônicos para cada 100 em papel impresso. E isso, sem contar os downloads gratuitos, e com as vendas restritas ao mercado norte-americano. Isso mostra o evidente sucesso dos e-readers junto ao público, tendência essa que deve continuar no futuro, conquistando os mercados internacionais.

Fonte