fire-pack-6

Os rumores estavam corretos. A Amazon anunciou a sua nova linha de tablets, entre eles o Amazon Fire, dispositivo com rela de 7 polegadas e preço muito agressivo de US$ 50 nos EUA (60 euros na Europa).

Com esse modelo, a Amazon se posiciona muito bem no segmento onde os usuários não querem fazer grandes investimentos na compra de um tablet. É um dispositivo de entrada com hardware ajustado para oferecer um desempenho minimamente decente.

amazon-fire-2015-01

No seu design, temos um produto simples, com bordas largas e acabamento de plástico brilhante. Sua tela de 7 polegadas (1024 x 600 pixels) IPS esconde um processador quad-core de 1.3 GHz e 8 GB de armazenamento, com 1 GB de RAM. A Amazon não entrou em detalhes, mas dizem que o seu desempenho é duas vezes maior que um Samsung Galaxy Tab 3 Lite. E o comparativo só confirma uma coisa: esse é, definitivamente, um tablet de entrada.

amazon-fire-2015-02

A sua autonomia de bateria mostra mais um dado ambíguo: 7 horas de uso ‘misto’. Não há dados oficiais sobre a capacidade de bateria, e nem uma definição clara do que seria esse perfil de uso ‘misto’. O Amazon Fire conta com câmeras de 2 MP na parte traseira (com gravação de vídeos a 720p) e VGA no sensor frontal.

 

Fire OS 5 “Bellini”: uma renovação necessária

amazon-fire-2015-03

Mais uma vez a Amazon aposta em um fork Android próprio. A quinta versão do Fire OS “Bellini” mostra como novidades um novo launcher onde os aplicativos ficam ordenados de forma mais simples e limpa, onde a descoberta de conteúdos está ‘mais simples do que nunca’ (segundo a Amazon).

O motor de recomendações deu um passo a frente, para simplificar a busca de conteúdos, servindo como incentivo para o download de conteúdos e para que o conteúdo pago seja ofertado de forma mais direta. Com esse preço, é muito provável que o modelo de negócio do Amazon Fire está no incentivo da compra de conteúdos.

Outra novidade do Fire OS está na introdução de um sistema de leitura rápida. É uma tecnologia que já estava presente no Android em muitos aplicativos, e consiste em um aplicativo que detecta, com a câmera frontal, para onde olhamos na tela e nos mostra uma palavra. Desse modo, manteremos o foco em um ponto e o aplicativo vai lançando palavras para ler rapidamente, sem ter que mover a vista.

 

US$ 50, mas isso tem um preço

amazon-fire-2015-04

O novo Amazon Fire é muito barato, mas tem letras miúdas. Na verdade, nem tanto. A Amazon explica o preço baixo, disponibilizando dois modelos, onde um tem o que eles denominam ‘com ofertas especiais’, e outro sem elas. A diferença? O modelo mais barato mostra propagandas quando o dispositivo está em modo de standby, algo que acontecia com os e-readers da Amazon. O modelo mais caro não tem essas propagandas.

O novo Amazon Fire estará disponível nos EUA e Europa a partir do dia 30 de setembro. Não há envios para o Brasil a partir da Amazon EUA, e não há previsão de lançamento do produto para o nosso país. Também é possível adquirir um pacote com seis tablets, por US$ 300.