A Amazon continua a permitir a venda de produtos do partido nazista em sua loja online. Infelizmente, já que vivemos um tempo onde os problemas de discriminação de todos os tipos se elevaram a níveis violentos.

Foram encontradas na plataforma global da Amazon artigos com imagens do antigo partido nazista alemão, e com certa facilidade. Desde pins da suástica até stickers com imagens Nazi, chapéus que imitam os dos antigos uniformes da SS alemã, bandeiras e outros artigos.

 

 

Muitos dos produtos tem como público alvo as crianças, como camisetas, roupas de bebês ou spinners com a suástica e outras imagens Nazi.

A Amazon afirmou que desde 2015 (após o tiroteio em uma igreja afro-americana em Charleston, Carolina do Sul, EUA), que esses itens não seriam permitidos (incluindo a bandeira dos confederados da Guerra Civil dos EUA).

 

 

Mas tais itens não são vendidos diretamente pela Amazon (obviamente), mas por comerciantes que utilizam a plataforma para vender produtos, via Marketplace. Todos deveriam ser eliminados da Amazon por violarem a política de uso da loja.

Porém, o problema é uma constante. Os itens seguem aparecendo na plataforma, e a Amazon leva meses para removê-los. Aqui, fica claro que a gigante do varejo não está revisando os itens que podem ou não ser vendidos em sua plataforma.

 

 

A falha da Amazon apenas ajuda a promover ideologias violentas, onde os grupos de ódio e racistas encontraram essa brecha. A gigante varejista deveria aumentar os seus esforços para vetar esses produtos, inclusive implementando novas medidas de segurança.