amazon-appstore

O império da Amazon segue imparável. Depois de desembarcar na Europa e no Japão, o maior e-commerce do mundo anuncia a expansão da presença de sua loja Appstore for Android para mais 200 países, incluindo o Brasil (cuja confirmação veio através de e-mail enviado por sua assessoria de imprensa).

A empresa não confirma a lista completa de países que passam a receber de forma oficial a nova loja, mas eles destacam alguns mercados que eles consideram importantes. Além do Brasil, países como Austrália, Canadá, Índia, África do Sul, Coreia do Sul e México são citados como aqueles que recebem a Amazon Appstore.

A Amazon aproveita a oportunidade para destacar alguns elementos do sucesso dessa loja em relação a um de seus concorrentes, a Google Play Store. Por exemplo, o jogo Peppa Pig (P2 Games) vende de quatro a cinco vezes mais no Kindle Fire do que na Google Play. A informação foi confirmada pelo diretor da desenvolvedora responsável pelo jogo, Peter Sleeman.

A empresa solicita que os desenvolvedores interessados em publicar apps em sua loja, que façam os devidos procedimentos de registro e envio para a Amazon Appstore antes do lançamento oficial da loja. A Amazon também destaca como diferencial de sua loja o sistema de “compra por um clique”, além de APIs para compras dentro dos aplicativos, entre outras soluções. As iniciativas prometem um aumento de até 83% nas receitas médias de vendas por usuário.

Segundo a Amazon, o diferencial de sua loja são os recursos oferecidos para o comércio eletrônico como a “compra por 1-clique”, APIs para comprar dentro dos aplicativos e o GameCircle, ferramenta de games para dispositivos móveis e que, de acordo com a empresa, pode aumentar em até 83% a receita média por usuário.

Infelizmente, a Amazon não confirma uma data de lançamento oficial de sua Appstore para os dispositivos Android, muito menos se esse lançamento representaria a chegada oficial do Kindle Fire em outros mercados. A Amazon só se limita em dizer que p anúncio é direcionado aos desenvolvedores.

Via Assessoria de Imprensa