alphabet logo

Em outubro se completa um ano do nascimento do Alphabet, antes conhecida como Google. Porém, só agora a empresa apresentou os seus primeiros resultados financeiros sob essa nova estrutura. É o terceiro relatório financeiro da história da nova empresa, com números que mostram que a mudança deu certo.

Os números apresentados pela Alphabet correspondem ao segundo trimestre de 2016, e a saúde financeira da empresa é excelente. A receita foi de US$ 21.5 bilhões, um aumento de 21% em relação ao mesmo trimestre de 2015 (eram esperados US$ 20 bilhões pelos analistas), o que resultou em um aumento de 5% das ações da empresa na bolsa.

 

A publicidade é o segredo do negócio da Google

Alphabet Google

O principal negócio da empresa é a venda de publicidade, e todo mundo sabe disso. Dizem que a Google perde terreno nesse sentido para o Facebook, mas a verdade é que a gigante de Mounain View ainda segue apresentando maiores receitas nesse sentido, sendo muito mais relevantes na forma que vendem e mostram anúncios, já que o seu ecossistema é enorme, com um alcance ainda maior.

Era esperado pelos analistas um aumento no valor do custo por clique, mas este caiu 7%, o que significa um anúncio com menor custo de contratação. Isso resultou em um aumento na receita de 29%, o que mostra o quanto as pessoas confiam (quase que) cegamente na Google para campanhas de marketing digital. Todo o segmento de publicidade da Alphabet apresentou um aumento de 19% em relação ao ano passado.

 

Os experimentos seguem perdendo dinheiro, mas isso não é um problema

Antes de virar Alphabet, a Google apostava em diversos projetos que resultavam em elevados gastos operacionais, que se traduz em prejuízo para toda a empresa. E isso irritava investidores.

Com a mudança para a Alpabet, o risco foi eliminado, já que a empresa segue apostando nesses projetos, mas sem colocar em risco o capital total, operando de forma (quase) independente, no segmento Other Bets, onde estão produtos como Nest, Fiber, Google X (agora só X), Project Loon, carros autônomo e outros. Aqui, a receita foi de US$ 185 milhões, com gastos operacionais de US$ 859 milhões. No ano passado, o prejuízo foi de US$ 660 milhões, com receitas de apenas US$ 74 milhões.

Logo, temos uma melhora importante. Longe do ideal, mas ao menos não afeta a imagem da empresa. 7

Hardware e serviços também crescem de forma considerável

No segmento Other Revenues, a Alphabet coloca grande parte dos seus outros negócios, como hardware e serviços na nuvem, incluindo toda a Play Store. Nesse trimestre, o crescimento foi de 33%, com US$ 2.172 bilhões, seguindo a tendência vista no trimestre anterior, que teve um aumento de 24%.

Já no segmento Google Websites, o aumento foi de 24%, com US$ 15.4 bilhões. Na Google Network, que inclui o YouTube, as receitas foram de US$ 3.7 bilhões, com um aumento de 3% em relação ao mesmo período de 2015.

hardware alphabet google resultados financeiros

Com isso, a Alphabet (Google) mostra uma boa saúde financeira, que se vê refletida em um aumento no seu grupo de funcionários, de 57.148 para 66.575 funcionários no final de junho. A empresa segue crescendo, diversificando o seu negócio, e todos devem se beneficiar com isso, já que o investimento em inovação segue sem afetar a sua imagem. E isso é considerado o ideal para uma empresa desse porte.

Via Alphabet