Sandisk-SSD-y-HDD

Não é segredo para ninguém que as unidades SSD estão ganhando cada vez mais terreno em relação ao armazenamento convencional (com discos rígidos), sendo uma alternativa veloz e confiável para acelerar a distribuição de dados nos dispositivos. Hoje, essas unidades estão ao alcance de todos os consumidores, e existem certos mitos relacionados a esse tipo de armazenamento, que esse post se encarrega em explicar.

 

Usuar SSDs tem suas vantagens

O uso de unidades SSD oferece ao usuário alta velocidade de leitura e gravação de dados, além de um menor consumo de energia, silêncio absoluto, nenhum tipo de deterioração conforme ele vai recebendo as informações e, de certo modo, muito mais seguros que um disco rígido convencional, já que são mais resistentes aos golpes e vibrações.

Porém, isso não quer dizer que não existam mitos sobre o seu funcionamento.

14368222257_f91c62e0b2_b

Os principais mitos sobre as unidades SSD:

– São mais resistentes que um HD por não ter partes móveis: sim e não. Um SSD não conta com partes mecânicas, o que o torna mais resistente a golpes e vibrações. Porém, se ele se molhar, isso será um grande problema (um HD não sofre tantos danos com os dados com os efeitos da água).

– Não há riscos com a informação salva: é muito mais seguro utilizar um SSD pela sua resistência, mas nunca podemos confiar em 100% nisso. Não podem se deteriorar com o passar do tempo ao ler e gravar dados, mas é sempre bom contar com uma cópia de segurança de suas informações.

– Quando um SSD falha, a informação é inacessível: isso está certo, mas também é importante mencionar que devemos habilitar a função TRIM, que está integrada em quase todos os sistemas operacionais modernos, permitindo otimizar a gravação e leitura de dados em uma unidade SSD.

– O preço dos SSDs é elevado: sim e não. Não são absolutamente acessíveis para todos os consumidores, e o custo por GB ainda é alto. Porém, ainda representa um bom investimento para o desempenho do seu equipamento, entregando mais alguns anos de vida útil para o computador. Além disso, com uma unidade de 64 GB, é possível instalar sem problemas o sistema operacional, tendo o necessário para aproveitar os benefícios desse tipo de dispositivos.

– As unidades SSD duram para sempre: falso. O SSD tem um ciclo de vida como qualquer outro dispositivo eletrônico, se aproximando dos 10 anos de vida, dependendo do fabricante. É importante também considerar que para garantir um ótimo desempenho, é necessário deixar uma margem de 10 a 15% de espaço de armazenamento livre.

 

Veredito

Uma unidade SSD sempre será a melhor opção para instalar o seu sistema operacional e aplicativos que você mais usa, mas um melhor desempenho do seu sistema também depende muito do seu equipamento e de outros fatores, como quantidade de RAM e tipo de processador. Um SSD não faz mágicas, mas fará o seu equipamento ficar mais rápido no processo de leitura e gravação de dados. Sempre representará um bom investimento, e com o passar do tempo, ficarão mais acessíveis no quesito preço.

Clique nos links a seguir para conferir os reviews que fizemos de algumas unidades SSD que recebemos para testes:

Review | SSD Kingston HyperX Fury, de 240 GB
Review | SSD Kingston Hyper X 3K 240 GB
Review | Unidade SSD Kingston SSD Now 300V