Nintendo Switch

 

Publicaram no Reddit imagens de uma desmontagem completa do Nintendo Switch, o que permite ver em detalhes os componentes e a estrutura interna utilizada no novo console da Nintendo.

Tudo indica que essa unidade desmontada é uma das que foram roubadas nos últimos dias. Levando em conta que o console ainda não está no mercado, e que essa não é uma desmontagem oficial da Nintendo, temos que ter um pouco de cautela com as imagens publicadas.

A desmontagem mostra o quão é fácil ou difícil a reparação do produto, e nesse sentido, já podemos dizer que a Nintendo fez um bom trabalho.

A bateria pode ser substituída com relativa facilidade, já que segue uma implementação modular. Os demais componentes se mantém nessa estrutura, simplificando e barateando as reparações e substituições.

 

 

Ou seja, não precisamos trocar toda a placa lógica se um componente acaba tendo problemas.

Do mais, sem surpresas: está confirmada a presença de um SoC NVIDIA Tegra ligeiramente adaptado do X1, que conta com um processador ARM quad-core Cortex-A57 e GPU Maxwell com 256 shaders.

A RAM alcança até 4 GB, com 3.25 GB livres, e seu armazenamento é de 32 GB (expansíveis).

O Nintendo Switch chega ao mercado em 3 de março. Mais imagens da desmontagem a seguir.

 

 

Via Ars TechnicaBaidu