A inteligência artificial aplicada ao YouTube ainda tem muito o que aprender, e comete erros grotescos, como no caso do recente tiroteio produzido em Las Vegas.

A última falha desse algoritmo resultou em um posicionamento de vídeos de duvidosa veracidade, com montagens produzidas para comentar diferentes linahs de teorias conspiratórias, deixando de lado notícias confirmadas sobre o incidente.

O algoritmo não faz isso de propósito, já que a busca pelo termo exato para mostrar os vídeos do incidente (direto do local) simplesmente dispararam. Um porta-voz do YouTube afirma que eles contam com editores de notícias que apresentam uma grande variedade de pontos de vista no canal youtube.com/news, o que supostamente garante a variedade, versatilidade e imparcialidade de uma notícia.

 

 

Quando um evento importante acontece, essas fontes vão para o Breaking News, com os resultados recebendo a etiqueta Top News.

O YouTune responde com canais de notícias mais viscerais dentro da plataforma. Porém, quando são enviadas 400 horas de vídeo por minuto na plataforma, é impossível não dar espaço aos diversos pontos de vista expressados pela comunidade.

Mesmo assim, é obrigação do YouTube mostrar informações confiáveis, e não click baits ou vídeos de opinião tendenciosa.

 

Via The Guardian, Mashable