nexus

A Google confirmou oficialmente que a marca Nexus está descontinuada, e que não teremos novos produtos com a citada marca.

Desde os primeiros rumores sobre a chegada dos smartphones Pixel já se imaginada o fim da família Nexus, como uma estratégia para dar à Google o protagonismo dos seus dispositivos.

E isso aconteceu com o evento Made by Google de ontem (04), centrado na Google como fabricante e desenvolvedora de hardware, com todos os seus dispositivos recebendo sua marca, e sem menção aos fabricantes.

Uma história que começou em 2010 chegou ao fim

 

nexus-huawei

 

Após oito smartphones, quatro tablets e dois reprodutores multimídia, a marca Nexus se despede em nome de uma nova estratégia, que busca posicionar a Google como desenvolvedora do conceito, design e engenharia de todos os seus novos dispositivos.

Rick Osterloch é peça fundamental dessas mudanças, já que agora é o novo chefe de hardware da era Made by Google.  E sim, é uma espécie de selo de identidade, tal e como “Designed by Apple in California”, e pelo visto não veremos nenhum dispositivo Pixel com uma menção de outro fabricante. Tudo agora vem das mãos da Google.

É aqui que as mudanças matam a marca Nexus, que foi sinônimo de qualidade, preço e de oferecer uma experiência tal e como a Google queria. Porém, os Nexus eram voltados aos hard users do Android, que entendiam os benefícios de ter um sistema puro. Para os demais usuários, nunca foi um produto de destaque, principalmente porque só a Google o vendia, e jamais tiveram uma participação com as operadoras, o que penalizou a sua ascensão.

Além disso, cada fabricante plasmava seu selo de identidade no Nexus, quebrando a continuidade e confundindo os usuários.

Com isso, se despede uma das marcas mais queridas do mercado. Marca que segue contando com o suporte da Google, recebendo atualizações. A partir de agora, tudo se centra no Pixel, que tem a missão de levar a Google para um novo patamar como fabricante de smartphones.

Adeus, Nexus! E obrigado!

Via Bloomberg