adam-microsoft

A busca por imagens não é algo novo, mas ainda está limitada em muitos aspectos. Imaginemos um sistema que seja capaz de informar apenas através de uma foto de um cachorro registrada pelo smartphone (por exemplo) qual é a raça do animal, ou se uma planta focalizada na imagem é venenosa ou não, ou quantas calorias tem aquela foto do almoço que acabamos de enviar para o Instagram. Pois bem, a Microsoft quer esses resultados, com o desenvolvimento do Project Adam.

O Adam é um projeto que une inteligência artificial e máquinas capazes de aprender. Segundo o líder do projeto, Trishul Chilimbi, o objetivo dele e de sua equipe é criar uma rede de computação distribuída que seja capaz de aprender e responder questões mais complexas.

A primeira fase do projeto é centrada no reconhecimento de objetos de forma similar à tecnologia Firefly da Amazon, mas não só aplicada aos produtos da loja online, mas para qualquer coisa. A ideia é que o sistema seja capaz de analisar uma imagem e saber exatamente do que se trata. A base de dados inicial para esse estudo conta com 14 milhões de imagens, separadas em 22 mil categorias.

Apesar dos números, a infraestrutura do Project Adam é 30 vezes menor ao dos sistemas similares. Mas ela é escalável, e no futuro, ela não só será capaz de identificar as coisas, mas também responder perguntas indiretas sobre esses objetos. E é aí que o objetivo final não é outro senão tornar a Cortana algo ainda mais inteligente.

A Microsoft Research não revela datas para integrar o Project Adam em suas plataformas, mas ao que tudo indica, não deve demorar muito para o assistente de voz do Windows Phone ser mais esperto do que já é.

A seguir, temos dois vídeos que mostram melhor como funciona o Project Adam.

 

Via Microsoft Blog