Pentágono

 

Daryl Haegley, program manager do escritório do Subsecretário de Defesa de Energia, Instalações e Meio Ambiente, confirmou que o Pentágono ainda utiliza velhas versões do Windows em seus computadores, como XP, 98 e 95.

75% dos computadores conectados ao sistema de controle executam versões obsoletas do Windows. O mesmo acontece em outras 15 instalações militares do Departamento de Defesa.

O Windows XP encerrou o seu suporte pela Microsoft em 2014. O Windows 98, em 2006 e o Windows 95 em 2001. O Pentágono paga para a gigante de Redmond por suporte exclusivo para tarefas militares, além de um projeto para migrar tudo para o Windows 10, algo que deve ser concluído no final de 2017.

 

 

O motivo para essa obsolescência é que os equipamentos estão conectados à uma rede interna e sem acesso à internet, reduzindo os riscos de ataques cibernéticos. Porém, isso não garante a segurança dos sistemas, o que acelera o processo de migração para o Windows 10, algo nada simples por conta do tipo de informação que manejam diariamente.

Aliás, a infraestrutura do Pentágono funciona com softwares obsoletos e conectados à internet para trocas de informações com outras instalações, o que os tornam bem vulneráveis.

Haegley busca ampliar o programa de recompensas para os usuários que encontram bugs ou falhas de segurança na plataforma do Departamento de Defesa, acelerando a identificação das vulnerabilidades.

 

Via Defense One