alphabet

 

Hoje, a Alphabet (que para efeitos práticos chamamos de Google) é uma das empresas de tecnologia mais sólidas do mundo. E isso se confirma através dos seus mais recentes resultados financeiros, correspondentes ao terceiro trimestre de 2016, concluído em 30 de setembro.

Os números apresentados são impressionantes, e isso fez com que as ações da Google disparassem para um recorde positivo histórico.

Em resumo: a Google informou receitas de US$ 22.451 bilhões, um aumento de 20% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Em resumo 2: a estratégia de mudança para Alphabet foi um sucesso absoluto.

 

 

Google começa a deixar de depender da publicidade

 

google-offices

 

Um destaque nos números apresentados nesse trimestre é a queda da receita em publicidade, algo que antes representava uma queda global nos lucros por conta de sua dependência nesse setor.

Dessa vez, não foi assim: a publicidade caiu, mas a receita aumentou 20%.

Os cliques em publicidade aumentaram em 33%, enquanto que os custos por clique caíram 11%. Isso resultou em uma leve queda nos números globais, mas nada que afete de forma significativa as receitas da empresa.

Uma das missões pendentes na Google é fazer com que seus anúncios sejam rentáveis nos dispositivos móveis. Hoje, a maioria dos cliques vem dos desktops. Aqui, eles precisam aprender com o Facebook.

 

Os experimentos seguem crescendo. Lentamente, mas crescem

 

A reorganização para o Alphabet fez com que o segmento de experimentos (ou Other Bets) se acomodassem de tal forma, que os riscos caíram, chegando a contar com “empresas independentes”que não colocavam em risco o dinheiro da empresa principal.

Nesse último trimestre, o Other Bets relatou receitas de US$ 197 milhões, com perdas operacionais de US$ 865. Comparado com o ano passado, foram apresentados US$ 141 milhões de receita, com perdas de US$ 980 milhões.

Logo, vemos pequenos sinais de recuperação, mesmo apresentando mais gastos do que ganhos. A Google promete ser mais prudente com os seus gastos no futuro.

 

Um crescimento generalizado na empresa

 

google-growth

 

Nas demais divisões, vemos sinais de boa saúde. Todos apresentam números positivos.

Por exemplo, o Websites cresceu 23%, enquanto que o Other Revenues (hardware e serviços na nuvem) aumentou em 39% as suas receitas.

Será interessante ver como será o próximo relatório trimestral, e a receita obtida por hardware, com a participação dos novos dispositivos, como o Google Pixel, Google Home, Daydream View e Chomecast, o que certamente fará com que estes números aumentem de forma significativa.

2017 já aponta como algo histórico e muito importante para a Google/Alphabet.

 

Via Alphabet