A Samsung não é a única parceira do Google na missão em oferecer ao consumidor um notebook com um sistema operacional onde (quase) tudo funciona na nuvem. Para isso, eles convocaram também a Acer para lançar um computador portátil com todas as propriedades conectadas, e com o menor conteúdo armazenado no dispositivo. Assim, apresentamos o Acer C7 Chromebook.

Diferente do novo modelo da Samsung, que é baseado na arquitetura ARM, o C7 utilizam um processador Intel Core (sem especificar qual, de modo que não é possível saber se o processador é um Core i Series de segunda ou terceira geração), acompanhado por um disco rígido de 320 GB e uma tela de 11.6 polegadas (1366 x 768), três portas USB 2.0, saídas HDMI e VGA, WiFi (não há nenhum indício da presença de conectividades 3G ou 4G/LTE) e uma bateria com uma autonomia de apenas 3.5 horas, o que é um pouco mais da metade, se comparado com o modelo da Samsung (6.5 horas).

Além disso, para oferecer uma maior flexibilidade de uso e maior capacidade de armazenamento, o modelo ainda conta com 100 GB de armazenamento gratuito para o usuário no Google Drive por dois anos. Segundo o Google, o tempo de inicialização do Acer C7 Chromebook é de aproximadamente 18 segundos, prometendo assim que o dispositivo será razoavelmente rápido na sua inicialização, com o objetivo de tornar a vida do usuário mais prática, com uma maior velocidade na hora de inicializar o sistema operacional.

Pela estética, autonomia e espessura, fica claro que ele fica bem abaixo do modelo da Samsung, mas sua falta de beleza é compensada com um ótimo preço: US$ 199. Ou seja, esse é o notebook com Chromebook que o seu bolso sempre desejou. O produto está disponível nos Estados Unidos a partir de hoje, e não há datas concretas para o início de sua comercialização em outros países.

Se esses limitadíssimos portáteis não chamam a sua atenção, com tal preço, você pode até se aventurar a pelo menos adquirir um desses para situações emergenciais e testes do sistema.