Stephen Hawking também gostava de futebol, e sempre tentou dar conselhos para a seleção inglesa sobre como deveria jogar para obter êxito nas Copas do Mundo.

Um dos conselhos de Hawking foi dado na última Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, e era sobre a forma sobre como deveriam ser cobrados os pênaltis para uma maior possibilidade de marcar gols.

A fórmula de Stephen Hawking para bater pênaltis perfeitos se sustentava pelos 84% das cobranças no ângulo entre o poste e o travessão, usando o interior do pé com muita velocidade.

Para Hawking, os loiros e os carecas tinham mais possibilidades de marcar pênaltis, e brincava que “este vai continuar a ser um dos grandes mistérios da ciência”.

Outra parte interessante sobre a teoria do pênalti perfeito de Hawking é que 18% dos goleiros que se movem para os lados, saltando de um lado a outro, tinham mais chances de defender um penal.

Outras teorias futebolísticas de Stephen Hawking estavam relacionadas com o uniforme e a formação tática que o English Team deveria adotar. Ele afirmava que o time deveria usar o vermelho e usar o esquema 4-3-3 para vencer.

Em 2014, os britânicos usaram um uniforme branco e um esquema 4-5-1, e foram eliminados na primeira fase.