Com o lançamento do novo Lumia 920, a Nokia deixou claro o significado do termo PureView, já que durante a apresentação de hoje (05), algumas dúvidas apareceram sobre a tecnologia, principalmente pelo fato do Lumia 920 contar com o PureView, mas não com um sensor de 41 megapixels, como temos no 808 PureView.

O motivo para isso acontecer (e espero que, com essa explicação, esse assunto se encerre de uma vez por todas) é porque a Nokia vai utilizar o nome PureView em todos aqueles dispositivos que incluir algum tipo de inovação tecnológica que beneficia a imagem. No caso do novo Lumia 920, a novidade se encontra no seu sensor óptico, já que os cristais contam com um sistema de estabilização integrada, onde é possível obter imagens mais nítidas com chances muito menores de fotos borradas, além de um valor de abertura f/2.0, que se converte em uma luminosidade máxima em qualquer situação.

Desta forma, na hora de realizar uma fotografia em condições de luz desfavoráveis, o smartphone vai permitir fazer uso das baixas velocidades de obturação, captando assim mais luz, controlando o tempo todo as vibrações produzidas com o estabilizador de imagem e compensando tudo isso com uma abertura f/2.0. Com o Lumia 920, as imagens noturnas não estarão, sempre e quando o usuário assim desejar, prejudicadas pelo flash incorporado, deixando que a escassa luz natural dê o colorido da imagem, gravando essas informações na fotografia final.

Mas a estabilização de imagem vai muito além do que a clássica estabilização que estamos acostumados a ver. A Nokia desenvolveu uma tecnologia capaz de controlar a situação dos cristais em tempo real, permitindo corrigir os movimentos cinco vezes mais rápido que os sistemas atuais, e 300 vezes mais rápido que o tempo de reação médio do ser humano. O desempenho que essa câmera oferece permite fotografar sem maiores problemas com uma velocidade que resulta em um aumento de exposição de 3 pontos, ou oito vezes a velocidade de obturação.

As principais características da câmera do novo Lumia 920 são:

– lentes Carl Zeiss de 5 elementos, com estabilização de imagem integrada
– longitude focal de 26 mm em 19:6 e de 28 mm, em 4:3 (equivalente a 35 mm)
– abertura f/2.0
– alcance focal de 8 cm, até o infinito
– Sensor BSI (retroiluminado)
– superfície total de pixels: 3.553 x 2.448 pixels (ou 8.7 megapixels)
– tamanho do pixel: 1.4 mícrons

Abaixo, um vídeo demonstrativo da câmera do Nokia Lumia 920 PureView

Via Engadget