650_1000_bmo

Muita gente não leva o tema segurança a sério, e por conta disso, presenciamos diversas histórias de contas hackeadas em redes sociais, emails e até acessos à base de dados. Mas quando dois adolescentes de 14 anos de idade conseguem burlar a segurança de um caixa eletrônico, a conversa muda de figura. O pior de tudo é que o hack só aconteceu porque o caixa eletrônico em questão tinha uma senha “padrão”.

Dois jovens da cidade de Winnipeg (Canadá) burlaram a segurança de um caixa automático do Banco de Montreal, depois que encontraram um manual de operações. O mais curioso é que os garotos não são hackers profissionais, mas apenas dois entusiastas que testaram uma das senhas de administrador que vinham como padrão no citado manual.

A surpresa veio quando eles perceberam que a primeira senha testada deu acesso às configurações do caixa, que informavam quando dinheiro havia na máquina, quantas operações foram realizadas por dia, e tudo o que estava relacionado às operações do dispositivo. De imediato, os jovens imprimiram a informação para alertar à gerência do centro comercial onde a máquina estava instalada.

650_1000_hack_atm

Felizmente, não eram jovens criminosos, e só decidiram trocar a mensagem de boas vindas pela frase: “Cuidado! Esse caixa eletrônico foi hackeado”, para assim informar aos clientes que a máquina em questão estava fora de serviço. Posteriormente, o Banco de Montreal confirmou o fato, mas não deu maiores informações sobre o incidente.

É surpreendente como o quão vulnerável podem ser esses dispositivos, ainda mais se as pessoas que configuram essas máquinas não são conscientes sobre a importância de uma senha segura. Esperamos que não existam casos similares por aqui, agora que sabemos que alguns bancos podem simplesmente deixar a senha padrão nos seus equipamentos.

Via The Huffington Post