new nokia - A quantas andam o crescimento da nova Nokia na Europa (em maio de 2018)

A Nokia ficou anos fora do mercado mobile. Desde que a Microsoft decidiu absorver seus smartphones com uma marca própria até que a marca pudesse voltar ao jogo, muito tempo passou. E seu retorno aconteceu há pouco mais de um ano.

Não confunda a nova Nokia com a antiga. Aquela que dominou o mercado, que tinha o Symbian e depois tentou com o Meego ou Maemo. Mas é fato que a marca Nokia ainda tem muito peso. Bastou um ano de mercado, e os frutos começaram a aparecer. E melhor do que o esperado.

Os últimos dados da Canalys mostram que a Nokia vai muito bem na Europa, e no restante do mundo, esse crescimento começa a ser percebido.

Os dados mais recentes correspondem ao último trimestre de 2017, onde a Nokia distribuiu 4.4 milhões de telefones móveis, fechando o ano com 1% do cota global de mercado, ficando assim entre as dez maiores fabricantes do planeta.

 

vendedores smartphones europa q1 2018 - A quantas andam o crescimento da nova Nokia na Europa (em maio de 2018)

 

Os dados no Velho Continente mostram um futuro promissor. A HMD Global distribuiu 1.6 milhão de telefones na região, ou 3.5% da cota europeia, ficando assim na quinta posição entre os fabricantes.

Com Samsung, Apple e Huawei liderando, apenas a Xiaomi privou a Nokia de ter um desempenho melhor, ficando com 5.3% da cota europeia. E os números da Xiaomi só vão crescer ao desembarcar em diferentes países da União Europeia.

Não há dados sobre quais smartphones da Nokia estão funcionando melhor nas vendas. Mas tudo indica que a empresa está indo bem: os seus telefones começam a ser vistos nas ruas, e os últimos lançamentos foram bem recebidos pelo público e pela crítica.

A nova Nokia decidiu ouvir o clamor de seus usuários, que há muito tempo pediam um smartphone da marca com o Android, corrigindo os erros do lançamento dos modelos Nokia X e Nokia XL com Android AOSP.

A HMD Global está sabendo aproveitar o potencial da marca, e identificar a nova Nokia com o DNA da antiga é algo bem simples, o que dá a segurança na hora da compra. Apostar no que você já conhece é algo que fez muitos fabricantes do setor ganhar mercado.

A nova Nokia não toma decisões erradas, são bem velozes nas atualizações (tanto com os modelos novos como nos antigos), e não deixa de lado as linhas mais econômicas, algo que nem todos os seus concorrentes fazem (de fato, a maioria nem se importa).

E os últimos lançamentos tanto com Android One com Android Go foram muito bem recebidos, pois são baratos, rápidos e de baixo custo de desenvolvimento.

 

android puro - A quantas andam o crescimento da nova Nokia na Europa (em maio de 2018)

 

Ainda é cedo para dizer onde a nova Nokia vai chegar, mas por enquanto tudo está bem. A empresa cumpre o que promete e isso se reflete nas suas vendas. Eles estão sabendo capitalizar em cima do nome, mas não é só isso: a marca acompanha a jornada do produto depois que o cliente o recebe.

E a recompensa da nova Nokia é o seu crescimento.

Veremos quanto tempo ela se mantém nessa direção.

 

Via Canalys