ifixit

O iFixit já desmontou o iPhone X. Mas teve que realizar uma operação de guerra para fazer isso tão logo o smartphone chegou ao mercado.

O processo de desmontagem de um dispositivo de tecnologia pode envolver uma série de fatores, que podem se converter em milhares de dólares… ganhos ou perdidos, dependendo da situação.

A inclusão ou remoção de um componente pode resultar para o fabricante um grande lucro ou prejuízo. E para fazer essa análise, é importante ter o iPhone X nas mãos.

E aqui estava o primeiro grande desafio do iFixit nesse caso.

 

 

O site montou um time que viajou para a Austrália para pegar aquele que potencialmente seria o primeiro iPhone X a chegar ao mercado. Mesmo com uma reserva feita, sempre poderia acontecer um imprevisto. Logo, o plano B era pagar até US$ 2.000 para alguém que conseguisse sair da loja com um iPhone X.

Mas isso não foi necessário. O time estava na loja na abertura do momento das portas, e mesmo com a reserva feita, eles só puderam levar o iPhone X uma hora e meia depois do início das vendas.

Depois, eles se deslocaram para o local onde a desmontagem iria acontecer, e esperar que a Apple não complicasse o processo com novos formatos de parafusos ou excesso de cola no seu interior.

Aqui também correu tudo bem, e não demorou muito para o iFixit publicar o processo de desmontagem do iPhone X, com uma pontuação 6/10, concluindo o que todo mundo já sabia: que este é um iPhone de difícil e cara reparação.