31

A Microsoft decidiu compartilhar algumas informações sobre como foi o processo de desenvolvimento do design do Xbox One, novo console da empresa que foi apresentado na semana passada. Esse movimento é parte da estratégia da empresa em promover o console antes da E3 2013, evento que acontece no mês que vem nos Estados Unidos, onde outras novidades sobre o produto serão anunciadas.

Antes da equipe de design chegar ao formato da versão final do novo console/central de entretenimento da Microsoft, foram criados mais de 200 modelos de controles diferentes, mais de 100 versões diferentes do novo Kinect e dezenas de protótipos do console. Tudo isso foi concebido dentro das modernas instalações da Microsoft, em Redmond. Alguns protótipos refletiam mudanças substanciais no design, enquanto que outras incorporavam pequenas melhorias, resultantes da busca incansável pela melhor proposta.

Por exemplo, as dimensões do controle foram refinadas até o décimo mais próximo de 1 mm, para garantir o melhor ajuste e comodidade. A configuração das câmeras foi alterada váras vezes, até que eles conseguiram alcançar um design limpo e alinhado com o restante do hardware.

Carl Ledbetter, diretor criativo do Xbox, comenta:

“As equipes de design e engenharia trabalharam de forma integrada no campus da Microsoft. Estamos orgulhosos com a forma artesanal que criamos esses dispositivos. Queríamos criar algo realmente emocionante, que pudesse satisfazer nossos clientes, novos e antigos.”

O Xbox One está pensado para ser um sistema de entretenimento all-in-one, e para isso, a equipe de desenvolvimento da Microsoft teve que pensar em todos os aspectos dessa nova experiência, que vão desde a forma de interagir com o software, como ele iria se integrar com o ambiente doméstico, e um desempenho impecável. A única forma de conseguir um bom resultado (no entendimento deles) era que tanto o hardware como o software tivessem a mesma proposta: eficiente e simples.

4

A linguagem moderna de design que nos acostumamos a ver nos produtos da Microsoft está calcada nos mosaicos dinâmicos. O console é inspirado no formato 16:9, tem uma aparência visual agradável, e pode muito bem se passar por qualquer equipamento de áudio/vídeo que temos hoje na sala de casa.

A cor do produto foi outra parte fundamental para a linguagem desse design. O preto líquido usado em todo o ecossistema de hardware do Xbox One foi motivado pela mesma proposta que hoje os atuais fabricantes de TVs de alta definição adotam: as cores escuras acentuam o conteúdo, levando a experiência de entretenimento para um outro patamar. Nesse caso, a ideia é que o conteúdo que os nossos televisores vão exibir seja o centro das atenções, e não o produto em questão.

A E3 2013 está chegando, e confesso que estou animado para conhecer mais detalhes sobre o console. O TargetHD.net vai acompanhar essa história, contando para vocês o que de melhor acontecer no principal evento para os videogames do ano.

Via news.xbox.com