apple-samsung-trial

A Apple apresentou na última sexta-feira (23) vários documentos relacionados com o julgamento de violação de patentes concluído na Califórnia no começo desse mês. Na ocasião, o juri determinou que a Samsung infringiu três das patentes da Apple, e que a Apple havia infringido uma patente da Samsung.

Baseado nesse resultado, a Apple pede que os dispositivos da Samsung que violam suas patentes de “links rápidos”, “slide to unlock” e “correção de textos automáticos” não possam ser vendidos. Na lista de produtos estão os seguintes modelos:

– Admire
– Galaxy Nexus
– Galaxy Note
– Galaxy Note II
– Galaxy S II
– Galaxy S II Epic 4G Touch
– Galaxy S II Skyrocket
– Galaxy S III
– modelos da linha Stratosphere

Os novos dispositivos da Samsung não faziam parte do julgamento, mas os advogados da Apple fizeram referência à eles, assim como os dispositivos futuros, durante a apresentação da última sexta-feira. Afirmam que a proibição deveria ser aplicada “a qualquer software ou código capaz de implementar qualquer um dos itens infringidos”.

Os advogados da Apple mais uma vez usam a expressão “a empresa sofrerá um dano irreparável”, caso a Samsung siga utilizando as características patenteadas, e que “os danos monetários não podem compensar adequadamente a Apple por esse dano irreparável resultante”.

No julgamento concluído no começo do mês de maio, a Samsung foi condenada a pagar “apenas” US$ 119.6 milhões, valor que é muito menor que os US$ 2.2 bilhões solicitados pela empresa de Cupertino. Sem falar nos US$ 158.400 que a Apple deve pagar para a Samsung por utilizar sem autorização o método patenteado de organização de fotos e vídeos em pastas. A Apple pediu um novo julgamento parcial pelas perdas e danos.

Via CNET