A Força Aérea norte-americana está pensando em novas soluções para o sistema de reconhecimento facial. Isso seria possível graças à uma nova tecnologia de câmeras, que são capazes de identificar e rastrear possíveis inimigos à uma grande distância (não são revelados detalhes sobre qual distância é essa) com apenas alguns segundos de gravação.

A empresa encarregada pelo desenvolvimento do sistema é a Photon-X Inc., e eles estão utilizando um sensor que combina medias espaciais com lasers e infra-vermelhos, que daria origem a uma espécie de “bio assinatura”, que não apenas reconhece as características faciais, mas também movimentos musculares que são únicos em cada indivíduo.

Essa tecnologia pode ser usada em sistemas que identificam veículos inimigos, além de poder ser integrado em robôs para melhorar a sua navegação ou a identificação de objetos. Além disso, o sistema pode oferecer vantagens no uso da segurança em bancos, nos lugares dos vigias humanos.

via Wired