iphone-apple

Os phablets podem ter se tornado um padrão no mercado de smartphones, mas para muitos usuários as telas grandes não são viáveis, mantendo seus dispositivos com telas reduzidas, com a esperança que algum fabricante volte a investir nessa categoria. E nesse momento, a única que parece fazer isso é a Apple.

De acordo com os rumores, a Apple vai apresentar o iPhone 5se em 15 de março. O modelo oferecerá boa parte das configurações atuais do iPhone, mas em uma tela de 4 polegadas.

A pergunta que fica é: por que os fabricantes Android não apostam nesse segmento?

Um de cada três usuários do iPhone seguem com modelos de 4 polegadas

iphone-4-polegadas

Um recente estudo da Mixpanel revela que 32.22% dos usuários ativos do iPhone contam com um modelo com 4 polegadas de tela. Pode ser que a Apple tenha acertado ao dar o salto para modelos de maior tamanho com o iPhone 6/6 Plus, mas também acertou ao não retirar do mercado o modelo menor.

62.06% dos atuais usuários do iPhone contam com um iPhone 6, 6 Plus, 6s ou 6s Plus. É um número elevado, mas também demostra que um de cada cinco usuários contam pelo menos com um iPhone 5s, que é o segundo modelo mais popular do mercado. Aliás, o iPhone 5 é mais popular que o 6s Plus, e quase tanto como o iPhone 6 Plus de 2014.

Hoje, o iPhone 5s segue vendendo a preços considerados altos, se levarmos em conta que este é um smartphone apresentado em setembro de 2013. Mesmo assim…

 

Muitos iPhones a serem atualizados, e o iPhone 5se é um candidato excelente

iphone-teaser-tamanhos

Se passaram quase dois anos e meio que a Apple apostou pela última vez nos smartphones com 4 polegadas, mas parece que a realidade do mercado fizeram com que Tim Cook recuperasse essa aposta. O CEO da Apple deixou isso claro na apresentação dos resultados financeiros: 60% dos que utilizam os iPhones das gerações anteriores ainda não deram o salto para novos modelos. O problema é que se eles não fizeram é porque as novas opções não são suficientemente atraentes.

O único argumento razoável seria o formato de tela, que é grande demais para o bolso ou gerenciamento com uma mão, ou para se manter confortável no uso, mesmo com as vantagens de uma tela grande. E é aí que entra o iPhone 5se.

O novo smartphone que a Apple pode apresentar se centra nisso: atrair quem não quis trocar o smartphone por causa do formato dos novos modelos. As melhorias de câmera estariam presentes no iPhone 5s (mesmo não sendo as mesmas do iPhone 6s/6s Plus -, além dos novos processadores e recursos como o Apple Pay. O Force Touch ficaria com os modelos maiores, mas é evidente que novo modelo poderia ser muito bem recebido, mesmo se o preço não for tão competitivo.

 

E os smartphones baseados em Android (e outras plataformas)?

smartphones-diferentes-tamanhos

O amor pelas quatro polegadas não é algo anedótico nem casual. Faz tempo que muitos usuários sentem falta de propostas de menor tamanho entre os tops de linha do Android. Uma honrosa exceção é o Sony Xperia Z5 Compact, com 4.6 polegadas, e com uma aposta de hardware notável.

Mas até levando em conta esse modelo, essas 4.6 polegadas parecem muito para muitas pessoas. O iPhone 6 tem 4.7 polegadas de tela, de modo que a diferença não é tão grande. Mas o suficiente para ser grande demais em relação ao iPhone tradicional, e por isso os fabricantes Android contariam com uma vantagem que eles poderiam e deveriam aproveitar.

E por que não o fazem?

Não sabemos ao certo. Fato é que os fabricantes de dispositivos Android não estão interessados a responder, e nos perguntamos se algum deles será capaz de romper essa tendência. E a única que pode fazer isso é a Samsung, podendo quem sabe lançar um Galaxy S7 Compact para chamar a atenção para a marca.

A Samsung não é a única com recursos para isso, e seria muito bom que outros fabricantes ao menos tentassem. Para alguns poderia ser inclusive uma tábua de salvação (olá, HTC), enquanto que até a Google pode surpreender, já que está adotando o modelo Apple de controle de hardware e software da linha Nexus. Sem descartar a Microsoft e a linha Lumia.