Apple-Beats-Compra

Foi especulado que na semana passada a Apple tornaria oficial a compra da Beats, empresa especializada em produtos de áudio, principalmente os seus mundialmente reconhecidos fones de ouvido. Porém, o silêncio imperou pelos lados de Cupertino.

Ao que parece, a negociação entre a Apple e a Beats ainda continuam, mas os executivos liderados por Tim Cook parecem ter freado a liberação do dinheiro (ou estão esperando a WWDC 2014 para tornar a compra pública), e a seguir, temos algumas razões para a Apple fazer isso, de acordo com confissões feitas por fontes próximas ao assunto para a revista Billboard.

1. “É complicado…”

A compra da Beats seria a mais cara da história da Apple, e a primeira grande compra na era pós Jobs (ou era Tim Cook), em quase três anos. Ainda que o valor de US$ 3.2 bilhões pareça ser valor de cafezinho para uma empresa como a Apple, na prática, as coisas não são tão simples.

2. A notícia foi revelada antes do tempo

Ao que tudo indica, a notícia vazou muito tempo antes do previsto. A Apple planejava anunciar a compra da Beats durante a semana passada, mas a empresa segue estudando os motivos pelos quais estão desembolsando tanto dinheiro nessa transação.

3. O vídeo do Dr. Dre com o Tyrese

Depois que a notícia da compra vazou no dia 8 de maio, um vídeo peculiar começou a aparecer nas redes sociais. No vídeo, era possível ver Dr. Dre (um dos fundadores da Beats) e o rapper Tyrese, duas personalidades da indústria musical, comemorando o fato de Dre se tornar “o primeiro rapper multimilionário”. Tal manifestação, para uma empresa tão reservada como a Apple, resulta em tensões diversas para uma negociação que, segundo as fontes da Billboard, ainda não estava concretizada.

4. Quais os benefícios que os executivos da Beats trariam para a Apple?

Segundo as fontes, depois do vídeo cair na internet, a situação foi profundamente analisada pelos executivos da Apple, e eles começaram a se questionar se Jimmy Iovine e Dr. Dre preenchiam o perfil para serem executivos da Apple em tempo integral, ou se eles poderiam contribuir melhor como consultores externos.

5. O que a Apple realmente quer comprar?

Se levarmos em conta os rumores, a Apple pagaria US$ 3.2 bilhões pela Beats Electronics, uma empresa que engloba vários serviços e produtos. Mas tudo indica que a gigante de Cupertino está interessada única e exclusivamente na compra da Beats Music, o serviço de músicas por streaming que daria a força necessária para engrenar a iTunes Radio. Porém, o Beats Music tem apenas 200 mil usuários, o que coloca em dúvida se a quantia de dinheiro paga vale a pena. Alguns avaliam esse serviço em apenas US$ 200 milhões.

Via Billboard