650_1000_ios8-adoption

As versões anteriores do iOS estrearam com taxas de adoção muito elevadas. O iOS 7 bateu todos os recordes, com 15% de adoção em apenas 18 horas. Porém, o mesmo não está acontecendo com o iOS 8. Estudos recentes de várias consultorias mostram que a taxa de adoção da nova versão do sistema operacional móvel da Apple é inferior que a do iOS 6.

Serviços como Chitika, Tapjoy, Mixpanel e Appsee mostram que, ainda que a adoção do iOS 8 nos primeiros dias seja elevada, pelo menos por enquanto, não pode ser comparada com a do iOS 7. A versão do ano passado já estava instalada em 38% dos dispositivos a essa altura do campeonato, de acordo com os dados da Mixpanel. Essa porcentagem se reduz pela metade no caso do iOS 8.

Uma das explicações para essa lentidão está no fato do iOS 8 ter um volume muito grande de dados para o download, mesmo via WiFi. Além disso, vários sites e empresas de tecnologia estão alertando usuários e funcionários que não atualizem o sistema nos primeiros dias, para evitar eventuais falhas de segurança já detectadas nas atualizações anteriores.

Nas redes sociais, muitos usuários estão criticando o iOS 8 por exigir muito espaço livre no dispositivo para a atualização. Alguns são obrigados a desinstalar aplicativos para liberar espaço para fotos e vídeos, e isso pode fazer com que outros usuários adiem esse update.

Mesmo assim, como acontece em toda fase de adoção de novas versões do iOS ainda é muito superior do que as últimas edições do Android. Que, obviamente, não estão acessíveis para a imensa maioria dos dispositivos logo de cara. Mas isso não é culpa do Android propriamente dito, mas sim das operadoras e dos fabricantes de dispositivos. Logo, tal comparação em particular é – na minha opinião – ridícula.

Via TechCrunch