Já podemos cantar: “94 milhões em ação, liga Brasil…”. Tá, foi péssima. Vou começar de novo. O instituto IBOPE Nielsen Online informa em seu último estudo que o número de internautas brasileiros está na casa dos 94 milhões nesse último trimestre, incluindo nessa conta o acesso domiciliar do público entre 2 a 15 anos de idade.

O estudo como um todo considera como “internauta brasileiro” todo aquele com acesso à web com 16 anos de idade ou mais, em qualquer ambiente (residências, ambientes profissionais, escolas, lan houses e outros locais), além das crianças e adolescentes entre 2 e 15 anos de idade com acessos residenciais. A inclusão desses usuários de até 15 anos é uma novidade no estudo. Sem considerar esse público, o número total de internautas no Brasil seria de 85.3 milhões no terceiro trimestre de 2012.

Essa inclusão do internauta precoce foi adotada para uma compreensão mais abrangente do mercado de internet no Brasil, além de refletir um perfil mais alinhado com o acesso à web em todo o planeta, uma vez que cada vez mais cedo as crianças estão tendo acesso aos conteúdos conectados.

O estudo também revela que o acesso no local de trabalho ou em domicílios chegou a 72.4 milhões no quarto trimestre de 2012, registrando um aumento de 2.1% (70.9 milhões no trimestre passado), e de 14% em relação ao mesmo período no ano passado (63.5 milhões). Considerando apenas a medição residencial, o crescimento registrado foi de 2.5% em relação ao trimestre anterior (69.5 milhões no quarto trimestre de 2012), e de 16% em relação ao mesmo período em 2011.

De todos aqueles com acesso à internet em residências, 44.7 milhões foram considerados usuários ativos em novembro de 2012, registrando um crescimento de 3.1% (43.3 milhões em outubro de 2012), e de 14% em relação ao mesmo período do ano passado. Já em casa e no local de trabalho, o número de internautas ativos chegou a 53.6 milhões em novembro de 2012, o que se converteu em um aumento de 0.7% em relação ao mês anterior, e 12% se comparado ao mesmo período do ano passado.

Por fim, as categorias com maior crescimento no número de usuários únicos em novembro foram as de companhias aéreas, com aumento mensal de 11.4%. Os sistemas de pagamento seguro de compras online registraram aumento de 5.4%, e as de informações de produtos para animais domésticos cresceram 14.1%.

Via Assessoria de Imprensa – IBOPE Media