ventas-smartphones-q1

O mercado de smartphones já não evolui da mesma forma que fazia no passado, por conta de sua elevada penetração e situação atual da economia mundial. Mesmo assim, um estudo publicado pela TrendForce mostra que, durante o primeiro trimestre de 2014, foram vendidos 266.9 milhões de smartphones ao redor do planeta. Esse número sugere um leve crescimento de 1.13% em relação ao trimestre anterior, o que é uma boa notícia no final das contas.

Entre os fabricantes, a Samsung segue dominando, ampliando a sua vantagem sobre a Apple. Porém, o estudo também revela que, de um modo geral, os fabricantes de origem chinesa cresceram em vendas nos últimos três meses.

Dos quase 267 milhões de smartphones vendidos em todo o mundo entre janeiro e março de 2014, 34.9% foram da Samsung, com um aumento de 3.1%. Esse ganho, somado com a queda da Apple (que saiu de 19.4% para 13.6%) fez com que os coreanos ampliassem a sua vantagem em relação ao seu adversário mais direto em mais de 20%.

Na terceira posição, temos a Lenovo (a TrendForce já soma aqui as vendas da Motorola), com 7.5%, ainda longe de poder alcançar a Apple, mas pode entrar na alça de mira já no próximo trimestre (segundo trimestre de 2014). Na quarta posição está a Huawei, que aproveita o seu leve crescimento e a discreta queda da LG (a quinta colocada), para se consolidar nessa posição.

Se você está estranhando a ausência da Sony nessa lista, devo citar que ela divide a sexta posição com a chinesa Xiaomi, com 4%. Fechando o Top 10, estão (na ordem) CoolPad, ZTE e Gionee, onde as duas primeiras ganharam 0.1%, enquanto que a última perdeu 0.3% de mercado.

Sem modelos top de linha no primeiro trimestre de 2014

Os dados do relatório foram analisados levando em conta que, entre os principais fabricantes do segmento, ao menos no mercado ocidental, nenhum deles ofereceu ao mercado um novo modelo top de linha durante o período (alguns produtos foram apresentados nos grandes eventos de tecnologia – CES 2014 e MWC 2014 -, mas nenhum desses produtos chegou ao mercado, ou os poucos que chegaram não o fizeram em larga escala).

As vendas da Apple, LG ou Sony estariam com um certo lastro por conta da ausência de novos dispositivos. Já a Samsung soube se aproveitar dessa situação, com a oferta de produtos nas linhas média-baixa.

Logo, vamos ter que esperar o resultado das vendas do segundo trimestre para ver o reflexo das de modelos como o Samsung Galaxy S5, Sony Xperia Z2 ou o HTC One (M8). Talvez algumas mudanças apareçam nesse sentido, por conta desses novos smartphones top de linha.

Via Phone Arena, TrendForce