1000_1000_galaxy-note-4

Dados da Hyundai Securities estimam que até o final de 2014, a Samsung vai distribuir 11 milhões de unidades do Galaxy Note 4, além de um milhão de unidades do Galaxy Note Edge. Apesar de serem números expressivos, não devem superar as vendas do Galaxy Note 3 nos seus três primeiros meses de venda, no final de 2013.

O motivo do Edge ter um número de unidades muito inferior é por conta do processo de fabricação do dispositivo, que é complexo, impactando assim no número de unidades disponíveis. Não são mencionados os motivos da possível demanda inferior do Note 4.

Veremos se as melhoras introduzidas pela Samsung no Galaxy Note 4 se traduzem em um sucesso de vendas, tal como aconteceu nos modelos anteriores. A concorrência esse ano está mais pesada do que nunca, mas detalhes como o S Pen e a proposta mais madura e consistente podem ser os diferenciais de sucesso dos modelos da Samsung.

Via Sammobile