facebook-mitos

A rede social mais popular do mundo também carrega alguns mitos que não são tão verossímeis ou consistentes. O Facebook tem histórias e peculiaridade que foram criadas pelo imaginário popular, mas que não correspondem à realidade dos fatos. E esse post tem como objetivo derrubar dez desses mitos tão disseminados.

 

As pessoas podem saber quem viu o seu perfil

Não há uma ferramenta ou forma de averiguar quem visitou os perfis de uma pessoa, assim como não há aplicativos ou sites que permitem verificar quem visualizou o seu perfil. Ou seja, se o seu ex está obcecado por você ou se você tem algum admirador secreto, ele vai ter que confessar isso para você, ou uma terceira pessoa terá que te contar.

Caso você encontre com algum aplicativo ou site que permita realizar o que foi descrito no parágrafo anterior, denuncie ao Facebook.

 

As mensagens com links procedentes dos meus amigos são sempre seguros

Você pode sim receber links estranhos supostamente enviados pelos seus amigos. Nesse caso, ignore os links (não clique neles DE JEITO NENHUM) e avise essa pessoa que ela pode ter sido vítima de algum tipo de ataque via malware.

O Facebook se transformou em uma grande plataforma para difusão de malwares, e extremar as precauções nesse sentido é algo necessário. Um antivírus não é uma má ideia, mesmo não sendo algo 100% efetivo. O ideal é ter no computador um software antimalwares para evitar infecções.

Também não confie em aplicativos de origem desconhecida, pois podem ser malwares.

 

O Facebook cobrará pelos seus serviços

Um rumor que aparece de tempos em tempos, mas que não tem nenhum fundamento, já que o Facebook nunca pensou em algo semelhante.

Esse rumor tem uma variante, onde uma conta pede dinheiro aos usuários para seguir usando o Facebook. Se você receber uma mensagem assim, ignore e denuncie a conta para o Facebook ou para a polícia, já que é um golpe passível de punição penal.

 

O Facebook se torna dono das minhas fotos, e vende para anunciantes

O Facebook NÃO vende suas fotos para anunciantes, assim como nenhum dos seus dados. Eles mesmos já negaram isso explicitamente muitas vezes.

As fotos enviadas para o Facebook é de propriedade intelectual do usuário, logo, não podem ser vendidas para ninguém. Porém, os Termos e Condições de Uso do Facebook deixam claro que enquanto esse material estiver publicado na rede social, assim como os dados do usuário, estes podem ser utilizados para enviar publicidade dirigida.

O botão “Curtir” que aparece em muitas páginas web podem terminar com a publicação de sua foto de perfil como pessoa que apoia essa página, de modo que aconselhamos que você escolha bem os sites que você vai curtir.

 

Copiar e colar avisos legais muda as coisas

Só que não. O Facebook tem termos de uso muito claros, e quando você abre sua conta na rede social, está aceitando tudo isso. Publicar avisos legais na sua linha do tempo não muda nada, e se você fizer isso, só está deixando isso em evidência para você mesmo.

Se você quer impor condições ao Facebook, você terá que negociar individualmente e diretamente com o Facebook, e se você quer ter o controle total sobre sua privacidade, o mais sensato é que você abandone a rede social, apagando o seu perfil.

 

Apagar a conta no Facebook é fácil

Pelo contrário. O Facebook tem uma seção inteira sobre desativar e apagar contas, mas quando um usuário solocita a remoção completa da conta, precisa esperar pelo menos duas semanas para ter seu pedido atendido. Para apagar qualquer atividade gerada, a tarefa pode durar meses.

Sem falar que o usuário tem que desconectar manualmente todos os serviços de sua conta, desinstalar aplicativos que utiliza na rede social a partir do seu computador, smartphone ou tablet, apagar todo o histórico e cookies de seu navegador web, para só depois seguir os passos recomendados para desativar a sua conta. Caso você volte a iniciar uma seção do Facebook antes de duas semanas, é preciso repetir todos os passos.

 

Se não uso o Facebook, ele não sabe nada sobre mim

Quando um usuário dá permissão ao Facebook para acessar os seus dados, a rede social vai acumulando dados de outras pessoas que possivelmente não estão registradas, obtendo números de telefone, endereços e até nomes, que podem ser armazenados na rede social.

Reunindo essas informações, o Facebook pode criar um “perfil sombra” sobre essa pessoa não registrada, a partir dos seus dados mais relevantes.

 

O Facebook vai criar um botão de “não curti”

Por enquanto, essa não é uma possibilidade, já que Mark Zuckerberg quer que o Facebook ofereça uma experiência positiva. No lugar disso, um aplicativo do “Curtir” recebe uma série de emojis que expressam diferentes emoções.

Ou seja, se você ver algum app ou página que permite utilizar um “não curti” no Facebook, não instale ou utilize, pois é quase certo que se trada de um malware.

 

O Facebook está saturado, e precisa eliminar contas inativas

Os números de usuários do Facebook são impressionantes, o que aumenta os rumores de que o mesmo está saturado, apagando contas inativas. Na verdade, a rede social não vai apagar sua conta inativa por longos períodos de tempo. Porém, houve um movimento por parte do Facebook que alimentou esse mito, ao anunciar que apagaria as curtidas de páginas empresariais procedentes de contas inativas.

Obviamente, alguns interpretaram isso da forma errada.

De fato, apagar as curtidas de certas páginas foi motivado pelo fato de algumas páginas serem alimentadas artificialmente com likes de contas falsas. Desse modo, o Facebook quer que as pessoas tenham uma impressão real sobre o impacto da página.

Se alguém pede que faça o download ou copie e cole algo para manter a sua conta antiga, não o faça, porque é quase certo que pode se tratar de algum tipo de ataque informático.

 

O Facebook pede provas de sua identidade

É sabido que o Facebook quer que as pessoas registradas na rede social utilizem o seu nome real. Porém, inicialmente, não será solicitado nenhuma prova, nem que apresente qualquer tipo de identificação legal.

Apenas em duas situaçãoes o Facebook pede que você se identifique:

1. Se alguém denunciou o seu perfil por ser falso, ou se está se passando por alguém. 

Se isso acontecer, o Facebook bloqueia o perfil e pedirá alguma prova de identificação do perfil denunciado. Ainda que o processo seja um pouco confuso, é possível iniciar uma seção na rede social, e este te pedir que prove a sua identidade. Ou você pode ser vítima de um engano.

2. Se tornou alguém famoso ou reconhecido

Talvez o Facebook peça provas de sua identificação para poder marcar a sua conta como verificada, e garantir que outra pessoa não se passe por você na rede social.